sábado, junho 25, 2016

Campanha "Espelhos do racismo"



"Os racistas que se escondem atrás dos teclados foram expostos por meio da campanha “Espelhos do Racismo”, lançada pela ONG Criola e criada pela W3haus. O case faturou, até o momento, dois Leões de Bronze, em PR e Outdoor, respectivamente.
Não é um simples bronze. É um bronze que vale ouro. Primeiro porque o Leão de PR é o primeiro da história da W3haus, o que é sadio para um mercado acostumado a outros nomes. Mas o mais importante é a causa. “Mas é uma campanha para ONG”, so what? Há tantas campanhas para ONGs que podem inspirar os clientes varejistas. O próprio uso de dados feitos para o case pode ajudar – e muito – a vender mais.
Mas isso não importa aqui. Pelo menos, não agora. É hora de reverenciar o job da W3 que jogou luz sobre um problema tão presente no Brasil. Um problema que teimamos em esconder, que não é discutido como deveria.
Há algumas campanhas que você precisa guardar momentos-chave num lugar especial da mente. Momentos como a revelação do filme “Hitler” ou as clássicas músicas do chinelo Rider ou ainda quando a Patricia Lucchesi vestiu o sutiã. Faça um favor a si mesmo: veja o fim do vídeo, com o pedido de desculpas do racista, e guarde esta cena naquele lugar especial do cérebro.

Autor: Leonardo Araujo Do Updateordie 
Fonte: Outdoor que expõe racistas: um bronze que vale ouro - Geledés 
@geledes on Twitter | geledes on Facebook
Postar um comentário

Postagens populares