quinta-feira, março 14, 2013

Projeto Leitura sem Fronteiras (Pato Branco, Paraná))


O projeto Leitura sem Fronteiras busca aproximar as pessoas da literatura através do contato cotidiano com os livros, montando mini-bibliotecas livres em estabelecimentos com boa circulação de pessoas em diversos pontos da cidade.


Uma biblioteca livre leva os livros às pessoas sem burocracia. O gosto pela leitura é incentivado pelo contato, pela proximidade com o livro e pela facilidade de empréstimo. Nesse tipo de biblioteca não há controles, não há prazo de devolução, não há burocracia.
Inspirado em bibliotecas livres do Brasil e do mundo, o projeto “Leitura sem Fronteiras” está trazendo-as para a região. O funcionamento é simples e não exige muito trabalho: basta escolher um local, colocar os livros, expor as regras e convidar as pessoas a ler o livro que mais lhes agradar. Com o tempo, a biblioteca se torna conhecida e ganha vida própria, os livros vão sendo devolvidos, mais livros chegam por doação e, o principal, as pessoas vão começar a ler mais!

As bibliotecas livres de Pato Branco (Paraná)
Nossas primeiras bibliotecas foram montadas em junho de 2012 na Oficina de Costura da Amélia e no Posto Panda, com livros doados pelo projeto Freguesia do Livro, de Curitiba. A partir de então, com auxílio da Finemóveis e doações de moradores da cidade, instalamos estantes no Cartório Pedro de Sá Ribas, nos hospitais Policlínica e São Lucas, no Café da Praça e caixas nas academias Fisicorpus e Viva Centro de Exercício Físico.

Doações de livros
O principal bem do Leitura sem Fronteiras são os livros, que podem ser doados nas mini bibliotecas, ou através da coleta dos mesmos em Pato Branco, que  pode ser solicitada  pelos telefones (46) 9911-5309 e  (46) 9101 0133, pela página no facebook  ou pelos e-mails sharon. caleffi @gmail.com e olideter @hotmail.com.

Postar um comentário

Postagens populares