segunda-feira, junho 04, 2012

Anna Politkovskaya


Este fim de semana assisti o documentário "A bitter taste of freedom" sobre Anna Politkovskaya, uma jornalista russa brilhante e destemida que cobriu a guerra da Chechênia e denunciou as muitas atrocidades cometidas pelo governo de Vladimir Putin. Anna conquistou reconhecimento e prêmios internacionais por sua corajosa atuação jornalística e humanitária em zonas de guerra, colocando sua vida em risca cada vez que ousava escrever sobre o que acontecia dentro do seu país, ou fora do país pelas mãos do exército russo. Ela foi ameaçada de morte dezenas de vezes por carta, telefone e e-mail; foi presa e torturada; provavelmente estuprada por um Coronel do exército que fingiu que iria executá-la e envenada em pleno vôo rumo a uma negociação com rebeldes chechenos, até ser finalmente executada no elevador do prédio onde morava. O assassino de Anna nunca foi encontrado e muito menos punido, embora esteja cada vez mais claro que é muito provável que ele esteja escondido sob as vestes do mais alto cargo político na Rússia.
Desde sua morte, em 2006, três documentários já foram feitos sobre Anna.


Também é possível e aconselhável aprender mais sobre a vida e legacia dela lendo livros de sua própria autoria como:




Postar um comentário

Postagens populares