quarta-feira, novembro 30, 2011

Trabalho escravo - quando virá a verdadeira abolição?

 

A impressão que se tem é a de que se está entrando no túnel do tempo e retornando alguns séculos no calendário gregoriano. Aos olhos dos mais desavisados, pode parecer estranho e até mesmo irreal que ainda hoje existam pessoas sendo submetidas à escravidão em nosso país. Mas infelizmente essa gravíssima violação aos direitos humanos é uma dura realidade no Brasil do século 21. Milhares de pessoas ainda são submetidas a trabalho forçado e a condições degradantes no campo e na cidade. Relatório da Organização Internacional do Trabalho (OIT), de 2005, estimava em 25 mil o número de trabalhadores mantidos em condições análogas a de escravos no país. Destes, 80% atuavam na agricultura e 17%, na pecuária.


Os números do organismo internacional, no entanto, parecem estar subdimensionados se levarmos em conta o total de trabalhadores libertados pelos agentes do governo federal na gestão do presidente Lula. De 2003 a maio de 2010, foram retirados da condição de escravos 31.297 pessoas, segundo dados do Ministério do Trabalho e Emprego.


A prática criminosa não está restrita apenas ao Brasil e se espalha pelos continentes. A OIT detectou no mesmo ano, que mais de 12 milhões de trabalhadores eram vítimas da sanha de latifundiários e empresários inescrupulosos pelo mundo. O fenômeno da globalização nos anos 90 foi decisivo para abrir as fronteiras dos países ao capitalismo em escala mundial. As transações comerciais e financeiras disseminaram ainda mais a busca pelo lucro rápido e exponencial. A maneira encontrada por esses patrões, para reduzir o preço final de seus produtos, se deu pela drástica redução do custo-trabalho. 
 
Leia o texto "Agronegócio escraviza milhares de trabalhadores no campo" de Lucia Rodrigues  na íntegra clicando aqui.

 
Fontes:
http://ceget.blogspot.com/2011/03/trabalho-escravo-no-brasil-uma-heranca.html
http://vitalvereador.wordpress.com/2011/08/12/5111/

http://agroecoilha.blogspot.com/2010/07/trabalho-escravo-no-brasil.html
http://www.oit.org.br/sites/all/forced_labour/index.php
http://www.afaiterj.org.br/auditores-fiscais/1510-combate-ao-trabalho-escravo.html
Postar um comentário

Postagens populares