sábado, novembro 21, 2009

O leitor brasileiro lê, em média, um livro por ano.


Um levantamento feito com 5.012 pessoas, em 311 municípios de todos os estados do país, em 2007, indica que o brasileiro lê pouco.


- São 77 milhões de não leitores, dos quais 21 milhões são analfabetos.
- Os leitores que somam 95 milhões, lêem, em média, 1,3 livro por ano.
- Incluídas as obras didáticas e pedagógicas, o número sobe para 4,7 ainda assim baixo.
- Nos Estados Unidos, a população lê, em média, 11 livros por ano.
- Já os franceses lêem sete livros por ano.
- Enquanto os colombianos lêem, em média, 2,4 livros por ano.


Os dados são da Câmara Brasileira do Livro (CBL) e do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (Snel), que integram o Instituto Pró-Livro.


O levantamento considera como não leitores aqueles que declararam não ter lido nenhum livro nos últimos três meses, ainda que tenham lido ocasionalmente ou em outros meses do ano.

Entre os leitores:

- 41% disseram que gostam muito de ler no tempo livre;
- 13% admitiram que não gostam de ler.

Também entre os 95 milhões de leitores brasileiros:

- 75% disseram que sentem prazer ao ler um livro
- 22% sustentaram que lêem apenas por obrigação.


Com as estatísticas nas mãos, Fabiano dos Santos, o diretor do Livro, Leitura e Literatura do Ministério da Cultura, diz que há dois caminhos a percorrer para fazer do Brasil um país de leitores: ampliar o acesso ao livro e investir na formação de leitores.


A pesquisa Retratos da Leitura no Brasil sugere que a maior influência para a formação do hábito da leitura vem dos pais e que o hábito de ler é consolidado na escola. Quanto maior o nível de escolaridade, maior o tempo dedicado à leitura.


Contudo, até mesmo entre os universitários, o hábito da leitura não é comum, inclusive nos cursos em que o contato com a escrita é fundamental. "Normalmente a universidade não oferece um bom acervo. Moramos em um país em que os livros são caros e de difícil acesso", disse.
Maioria dos que ganham até um salário mínimo não compra livros.


Se o brasileiro não tem o hábito da leitura, a indústria editorial tem a sua parcela de responsabilidade, já que apesar da desoneração do setor, o livro ainda é bastante caro no Brasil, custando, em média, R$ 25.


A pesquisa Retratos da Leitura no Brasil indica que:
- 36,3 milhões de brasileiros compraram pelo menos um livro em 2007.

- O número representa cerca de 21% do total de entrevistados considerados leitores.
- 71% dos entrevistados com renda familiar de até um salário mínimo declararam que não compram livros.
- para quem ganha entre 1 e 2 salários mínimos, o índice cai para 57%.


A pesquisa conclui que a principal de forma acesso ao livro para as classes A, B e C é por meio da compra, enquanto os leitores das classes D e E recorrem aos amigos ou parentes para tomar emprestada uma obra.

Fontes:

- Câmara Brasileira de Livros
- Sindicato Nacional de Editores de Livros


Postar um comentário

Postagens populares