quarta-feira, setembro 02, 2009

Dá série: "Desculpas esfarrapadas para continuar comendo porcaria".


Este post é dedicado a todos os

PESSIMISTAS e conformistas que apesar de todos os sacolões, varejões, feiras livres, açougues e peixarias espalhadas pelas ruas, e opções de comidas e bebidas orgânicas, sanduíches naturais, saladas e receitas sem ingredientes artificiais que podem ser encontradas em restaurantes de qualidade ou preparadas em casa, ainda se atrevem a afirmar que “a essa altura é impossível parar de comer comida industrializada”. Como se só fosse possível fazer compras em supermercados e comer em restaurantes que nos oferecem apenas frituras, ou pratos requentados no microondas e bebidas em caixas ou latas.

e

OTIMISTAS que desprezam o sinistro aumento do número de pessoas obesas, diabéticas, vítimas de ataques cardíacos, pressão alta e de variações de câncer (causadas por esteroídes, fertilizantes, pesticidas, corantes, conservantes, gordura saturada e excesso de açucar) e repetem o seguinte mantra para si mesmos e para os outros: “sei que a comida industrializada não é saudável, mas o gosto é bom!!!”.

Convido cada um de vocês a assistirem os vídeos da série “How it’s made” ("Como é feito"), que postarei ao longo desta semana, e que mostram como as principais atrações do cardápio industrial são feitas.

Se depois de assisti-los você ainda achar que é impossível parar de comer comida industrializada e que vale a pena continuar se alimentando de produtos que custam:

1) a vida e a morte de animais que são maltratados de todas as formas possíveis

2) a sua saúde

3) o olho da cara

só porque eles são práticos e “gostosos”, então, meu caro acéfalo, não há nada mais que eu possa escrever, informar, ou mostrar, que lhe fará mudar de idéia e adotar uma dieta mais balanceada, mais natural, mais saudável. Seguirei em paz com minhas verduras, frutas e peixes frescos e lhe deixarei seguir o destino que você mesmo escolheu.


Imagens:

Livro: Hungry Planet (Planeta faminto).

http://www.catalog.socialstudies.com/pdf/ZP384Psample.pdf

http://www.menzelphoto.com/books/hp.html

Postar um comentário

Postagens populares