quinta-feira, setembro 03, 2009


Da série: "Como a comida industrializada é feita" =>SALSICHA

As tradicionais salsichas de cachorro-quente são feitas com uma mistura de carne de porco, carne de boi e carne de galinha.

Os restos de carnes que sobraram na linha de produção de bifes de boi ou de porco são acumulados e colocados em uma enorme máquina de moer, de onde saem já misturados e moídos, e caem em bandejas de metal que são alinhadas em uma esteira. Restos de frango, sal, amido e “outros sabores” (artificiais) são adicionados à carne moída. Estes ingredientes variam de acordo com o local onde as salsichas serão vendidas, já que pessoas de diferentes regiões possuem diferentes paladares e preferências.

Em seguida, litros de água, e diversas soluções de sabor adocicado são adicionadas e misturadas a todos os ingredientes anteriores.

Uma outra máquina transforma toda essa mistura em uma espécie de purê que, por sua vez, preenche as longas cápsulas de celulose que garantem o formato da salsicha, ao qual estamos acostumados.

Em 35 segundos as máquinas de preenchimento enchem e alinham umas às outras um número de salsichas que seria o suficiente para dar duas voltas em um campo de futebol.

Os fios de salsichas seguem para um chuveiro que os banha com uma solução que lhes garante cor (é aqui que entra o corante) e em seguida são levados a um forno, onde as cápsulas são cozidas e o líquido com o qual foram banhadas se espalha por todo a mistura existente na cápsula.

Depois de cozidas, as salsichas são enxaguadas com água fria que contém sal, a fim de esfriá-las, para que finalmente possam ser descascadas (retiradas das cápsulas), separadas e embaladas.
A fábrica em que o vídeo acima foi filmado produz cerca de 300.000 salsichas por HORA. Uma média de 2,5 milhões de salsichas por expediente.
Postar um comentário

Postagens populares