sábado, maio 16, 2009

17 DE MAIO - DIA MUNDIAL DE COMBATE À HOMOFOBIA



O Dia Mundial de Combate à Homofobia existe em função do latente preconceito, ódio e aversão contra homossexuais. Sentimentos estes que nada mais são do que primários, infundados e, até mesmo, insanos. E apesar dos avanços sociais em relação aos direitos sexuais ao redor do mundo, ainda existem países com leis que criminalizam a homossexualidade. Os lapsos de loucura em nível nacional vão de repressão por entidades oficiais, passando por sentenças de prisão superiores a 10 anos, até – pasmo – a pena de morte.

Agora vamos dar nome aos bois:

- A repressão a cidadãos homossexuais executada por entidades oficiais tem a benção da Lei para acontecer nos seguintes países: Burundi, Cuba e Egito.

- Países onde cidadãos homossexuais podem ser condenados a até 10 anos de prisão: Angola, Argélia, Benin, Botswana, Birmânia, Camarões, Ilhas Cook, Djibouti, Etiópia, Gana, Guiné, Kuwait, Libéria, Líbia, Líbano, Malawi, Marrocos, Moçambique, Namíbia, Nauru, Nicarágua, Omã, Qatar, Samoa, Senegal, Serra Leoa, Síria, Somália, Suazilândia, Togo, Tunísia, Uzbequistão e Zimbabué

- Países onde cidadãos homossexuais podem ser condenados a mais de 10 anos de prisão: Bahrein*, Bangladesh, Barbados, Brunei*, Butão, Emirados Árabes Unidos, Fiji*, Gâmbia, Granada, Guiana, Índia, Jamaica, Kiribati, Malásia*, Maldivas, Ilhas Marshall, Maurícia, Nepal, Nigéria, Niue, Papua-Nova Guiné, Quénia, Ilhas Salomão, Santa Lúcia, Seychelles, Singapura, Sri Lanka, Tanzânia, Toquelau, Tonga, Trinidad e Tobago, Tuvalu, Uganda, Zâmbia e Zanzibar

- Países onde cidadãos homossexuais podem ser condenados à prisão ou pena de morte: Mauritânia, Nigéria, Paquistão, Somália e Sudão.

- Países onde cidadãos homossexuais são condenados à pena de morte: Arábia Saudita, Iêmen e Irã.

E para não tirar o nosso da reta: embora o Brasil não tenha nenhuma lei que trate a homossexualidade como crime, muitos cidadãos brasileiros fazem questão de fazê-lo, não só alimentando o preconceito em suas cabeças acéfalas, mas também disseminando a intolerância por onde passam.

É por isso que o nosso paraíso verde e amarelo carrega em si um curioso paradoxo quando o assunto é diversidade sexual: o mesmo país que registra a maior parada do orgulho gay do mundo, chegando a mobilizar três milhões de pessoas em São Paulo, também é o local que registra alarmantes atos de violência e assassinatos cujas vítimas pertencem à comunidade LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros).

O respeito à diversidade sexual é pré-requisito para uma sociedade civilizada e evoluída.

Que esta data sirva para revermos nossos sentimentos e comportamento em relação ao próximo.

OBS: Na próxima vez que você tiver um tempinho livre para repassar aquele email cheio de piadas sobre "bichas" para todos os seus contatos, aproveite para excluir o meu email da sua lista e para visitar um desses links:

*Homofobia: causas e consequências
*Infohomo: informação contra a homofobia
*Além das Teias do Preconceito 
*Documentário sobre a vida de transexuais no Irã


Fonte:http://pt.wikipedia.org/wiki/LGBT
http://pt.wikipedia.org/wiki/Direitos_dos_homossexuais_pelo_mundo
http://pt.wikipedia.org/wiki/Cronologia_dos_direitos_homossexuais
http://www.aids.gov.br/portalaids_services/data/Pages/LUMIS00EE2635PTBRIE.htm
Postar um comentário

Postagens populares